Dicas para as suas férias de dezembro

O ano está chegando ao fim e começamos a planejar as nossas viagens nas férias de dezembro para passar os feriados longe do trabalho e estudos. São milhares de brasileiros que anualmente decidem tiram um tempinho para curtir melhor o final de ano e recarregar as energias numa bela viagem.

Para tentar ajudar nas suas pesquisas para escolher o próximo destino, preparei um pequeno guia com algumas dicas bem importantes para garantir que o seu mês de dezembro seja aproveitado da melhor forma possível, com planejamento, cuidados e muita diversão.

Dicas para as férias de dezembro

Palavra-chave é planejamento

O planejamento envolve organização. Não adianta querer fazer tudo na última hora e achar que vai dar certo. Até pode dar, especialmente se você já for um viajante experiente, mas muitas vezes sua viagem pode fazer o filme Férias Frustradas parecer uma brincadeira.

Planejar é saber exatamente o que você quer, como vai conseguir, quando será, quanto vai ter para investir etc. É colocar todas as opções de viagem no papel, todo o dinheiro disponível, todas as pessoas envolvidas e descobrir a melhor forma de fazer a viagem.

Tenho algumas recomendações logo abaixo de como colocar tudo em prática:

#1 – Preparar a viagem com antecedência

O passo mais importante é tentar definir seus planos com o máximo de antecedência possível.

Isso é importante porque tempo realmente é dinheiro se tratando de passagens/hospedagem. Em dezembro é alta temporada e os hotéis ficam cheios, por isso é preciso fazer suas reservas antes; as passagens costumam ficar mais caras ou os aviões/ônibus lotados; dentre outras situações que podem ser prevenidas.

Por exemplo, estamos no final de novembro. O tempo está correndo. O ideal é que uma viagem seja planejada com até dois, três meses de antecedência. Ainda dá tempo de programar seu descanso em dezembro, claro, mas lembre-se disso no ano que vem e faça antes!

#2 – Qual será o destino?

Depois de definir que vai mesmo viajar, é a hora de escolher o seu destino.

Praia? Mato? Cachoeira? Europa? América do Norte? América do Sul? Casa da família no interior? Tanto faz. Defina o lugar e comece a pesquisar sobre a cidade.

Tem lugares como Bonito (MS), que fazem cadastro e cobram uma taxa extra de turistas. Outros lugares possuem horário de funcionamento reduzido. E por aí vai.

Programe bem a sua viagem e o que você quer realmente fazer. E use o Google para pesquisar sobre os pontos turísticos e evitar surpresas.

#3 – Dinheiro

Não adianta escolher viajar para passar o Ano Novo em Nova York se você mal tem dinheiro para andar de ônibus.

Tenha responsabilidade e bom senso. Seu destino depende do seu bolso. Ou do tamanho do seu cheque especial.

#4 – Pessoas

Quem vai viajar com você? Vai ter criança pequena? Vai ter cachorro? Precisa levar fralda ou ração?

O seu primo insuportável que fica o tempo inteiro falando de religião, política, futebol e filme dublado confirmou presença. Você vai mesmo querer passar as suas férias de dezembro na cia de gente que não suporta?

Você vai viajar pra descansar ou pra se estressar e começar o próximo ano com sangue nos olhos?

Escolha bem as suas companhias e saiba atender as necessidades de cada um, se for o seu papel como responsável pelo sucesso da viagem.

#5 – Transporte

Se forem muitas pessoas de ônibus, talvez seja mais interessante alugarem ou irem de carro. O preço fica mais em conta.

Se forem poucas pessoas e o destino for próximo, talvez o ônibus seja a melhor opção. Eu não sei dirigir, logo, ônibus é sempre a minha opção favorita.

Avião? Depende. Se for de última hora, para um destino próximo, é melhor comparar os preços para não correr riscos de fazer negócio e acabar tendo o bolso prejudicado.

Pareço meio mão de vaca com essas dicas, mas é verdade. Férias é bom e vale a pena gastar, mas ter um pouco de zelo e planejamento não faz mal.

#6 – Onde vai ficar, comer e como vai passear?

Escolha bem o seu hotel. Busque referências no Reclame Aqui e outros sites de turismo. Peça recomendações para amigos. E conheça bem a região em que irá ficar. Vai que achou um lugar perfeito, mas é no meio do nada e você não dirige…

Se não tiver como você fazer sua própria comida (vai ler sobre essa dica em breve e vai me chamar de mão de vaca de novo), pesquise restaurantes próximos e/ou veja se o hotel não oferece um almoço.

Por fim, trace as rotas do aeroporto/rodoviária para o hotel; hotel para o centro, praia ou pontos turísticos. Use e abuse do seu smartphone (mas não no meio da rua) para seguir os mapas e se localizar.

Vale a pena ir de novo?

Será que você realmente precisa ir sempre para o mesmo lugar? No final desse post tem uma série de sugestões de lugares para viajar nesse final de ano e curtir novas experiências ao invés de sempre fazer a mesma viagem.

Por exemplo: durante a minha infância inteira, todo final de ano minha família dava um jeito de ir para Cabo Frio (RJ). Acredito que a maioria dos mineiros que estão me lendo se identificam com essa história. Quem não se identificar é porque ia para o Espírito Santo.

Era sempre a mesma coisa e isso ficou chato ao ponto de eu não querer mais visitar a cidade com a mesma vontade que tinha antes. Para fugir da mesmice e do tédio, que tal pensar num destino diferente e conhecer lugares que você não foi ainda?

A vida é curta demais para a gente aproveitar as férias sempre do mesmo jeito, fazendo as mesmas coisas. É o momento de ser ousado.

De qualquer forma, se você gosta mesmo de seguir a rotina nas suas férias de dezembro, vai fundo. Eu sou de câncer. Sei o que é ficar preferindo as coisas mais confortáveis que já estou acostumado e não reclamaria de ir sempre para o mesmo destino nas férias.

Controle os gastos

Viajar significa gastar. Dificilmente você irá sair da sua casa e ter uma situação completamente livre de gastos. É preciso levar em conta que vai precisar pagar transporte, hospedagem e (principalmente) alimentação.

Muitos viajantes costumam ter uma caixinha exclusiva para suas viagens e guardam dinheiro o ano inteiro. Só que a maioria das pessoas não possui essa capacidade de organização e prefere torrar o dinheiro todo ao invés de se planejar.

O que você pode tentar fazer para evitar ultrapassar seus limites de cartão e começar o ano no cheque especial, é tentar fazer compras num mercado próximo e levar frutas, barras de cereal ou outros alimentos para casa. Se você preparar seu almoço irá economizar bastante.

Tente reservar um cantinho na casa de amigos, pois isso significa se livrar da hospedagem e ainda ter uma cozinha para preparar suas próprias refeições. Alguns locais até possuem uma área para cozinhar, mas não é tão comum.

Se vai andar pela cidade, ou busque se hospedar em um local próximo dos pontos turísticos, da praia, do centro etc, ou use bastante os transportes públicos. Turista tem um carimbo na testa e muitas pessoas se aproveitam disso. Mas se informe antes sobre o funcionamento de metrô ou ônibus para não ter surpresas depois! Lembra do planejamento?

Não exagere na comilança

As festas de dezembro são famosas pela grande fartura de opções para encher a barriga. Tenha atenção para não exagerar na dose e lamentar depois. Uma dica saudável é sair de casa já alimentado para não se deixar levar pelos seus olhos.

Bem… você deve estar se perguntando quem diabos vai jantar antes de ir para uma festa, não é mesmo?

É só uma dica para você não comer além do que precisa e depois ficar reclamando que comeu demais ou que comprometeu o projeto verão/Carnaval do ano seguinte. O mais importante é ter consciência das atitudes para não se arrepender depois que ver que engordou.

Porém…como disse na dica anterior, se você pretende guardar dinheiro e economizar nos gastos, talvez seja mesmo algo inteligente para se fazer.

Sou vegetariano e acabo ficando de fora da maioria das opções mais tradicionais, como o famoso peru de Natal ou salpicão. Mas nem tudo está perdido! Sempre posso pedir uma pizza ou preparar um delicioso strogonoffe de soja ou grão de bico.

Mas minha preocupação estética é praticamente inexistente. Desde que eu possa ficar bêbado, falar besteira e rir… Qualquer coisa está valendo. Menos comer carne. Isso eu acho feio.

Dicas de destinos para essas férias de dezembro

O Música Viajante tem algumas sugestões bacanas para quem está procurando opções diferentes ou conhecer novos lugares para curtir as férias.

Que tal ser mineiro e ir para Cabo Frio?

A última vez que fui pra lá foi em 2008, 2009. Acabei voltando mais cedo, mas não tem praia mais gostosa que a de Cabufa. Na época ainda comia bicho e adorava a coxinha de frango do Cunha ou aqueles peixes fritos com limão na beira-do-mar. Não era muito de beber, então não posso dizer que apreciei a vista depois de entornar umas boas cervejas.

Destino certo de mineiros até hoje, Cabo Frio é sempre uma opção para se considerar – exceto se você quiser algo bem diferente. Para isso, recomendo as dicas a seguir:

A Gabri fez um roteiro completo de uma viagem para Morro de São Paulo (Bahia):

As praias de Morro são muito lindas e de água verde quando o dia está ensolarado. Elas são nomeadas em número de acordo com a proximidade ao centro da vila. Assim, a praia 1 é a mais perto do centro, a orla da 2 é cheia de bares e restaurantes, e a partir da praia 3 a vibe é mais de sossego.

Durante a maré baixa, na praia 3 são formadas piscinas onde é possível ver vários peixes e nadar. Há também passeios de barco ou buggy para visitar outras partes da Ilha de Tinharé, lugar onde Morro está localizada. Das coisas de que mais gostei, o acarajé está sem dúvida em primeiro lugar! Comi o típico prato no Acarajé do Bráz que é uma barraca que funciona todos os dias a partir do final da tarde, na rua principal do centro da vila.” – Leia o relato completo da viagem aqui

Você também pode preferir conhecer as belezas de Minas Gerais, como Tiradentes e São João Del-Rei:

Em Tiradentes, não deixe de passear por seu fofo centro histórico e apreciar a vista que se tem na Matriz de Santo Antônio. Almoce por lá. De sobremesa, há várias opções e das que mais gostei está o Rocambole & Cia (R. Min. Gabriel Passos, 115, Tiradentes). Volte para São João, seja de bus (vários horários durante o dia) ou trem (cujos horários de volta são às 13 e 17). Acredito que uma manhã em Tiradentes seja o suficiente já que a cidade é bem pequena, mas isso vai de cada um. Após o retorno, dê uma passeada na região onde fica o Museu Ferroviário de São João del-Rei.” – Leia o relato completo aqui

São João del-Rei

Recentemente publicamos um artigo completo com os lugares mais bonitos do Brasil para você conhecer. Certamente existirá algum destino capaz de encantar os seus olhos, como Bonito (Mato Grosso do Sul), Maragogi (Alagoas), Gramado (Rio Grande do Sul), dentre outros.

“Localizada no norte de Alagoas, a pequena cidade de Maragogi possui algumas das praias mais amadas do nordeste brasileiro. As águas límpidas e esverdeadas lembram o Caribe, e os arrecifes de corais recheados de peixes coloridos são uma atração à parte.

O mar calmo e muitas vezes morno, combina perfeitamente com a areia fina e batida, encantando quem busca contato com a natureza e principalmente sossego. É um paraíso quase deserto de 22km de extensão.

E não podemos deixar de falar das famosas Galés: são piscinas naturais que se formam em alto mar por conta dos arrecifes de corais. Nelas, o turista pode mergulhar usando snorkel ou cilindros. Um passeio imperdível!” – Leia o post completo aqui

guia viajar melhor - maragogi - lugares mais bonitos do brasil

O que não falta é opção para curtir as suas férias de final de ano. Deixe um comentário com a sua dica para dezembro! Boas festas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *