“I Remember”: O encerramento épico

Chegamos ao encerramento épico de O, disco de estreia do Damien Rice, cujas faixas serviram de base para análise nas últimas semanas aqui no Música Viajante. O dueto “I Remember” é a cereja do bolo com o momento mais intenso do álbum e mais um capítulo na sofrida jornada do nosso protagonista.

Ao contrário do que a versão do CD dá a entender, acredito que seja uma faixa contada sob uma única perspectiva: nosso personagem principal e sua mente confusa e atormentada.

Como citei na análise de “Cheers Darlin”, Rice cita novamente aquele 1º encontro na chuva com a sua amada antes da revelação de que ela teria um namorado, que logo se tornaria o seu marido.

“I Remember” começa como se fosse um sussurro delicado e aos poucos se transforma em um desabafo espinhento, no qual as tripas ficam à mostra sem o menor pudor. Das lembranças tenras do encontro inicial em que ele se lembra de cada detalhe dela, até o sofrimento de reconhecer que esse amor é o que acaba com ele e o desespero de querer seguir adiante, mas ser incapaz de tomar uma decisão que signifique o rompimento definitivo.

Ao lado de “The Greatest Bastard” e “Elephant”,  “I Remember” talvez seja responsável por um dos momentos mais intensos da obra de Damien Rice. Existe um sentimento desesperado de quem está apaixonado e é capaz de qualquer loucura, independente das consequências. São raros os compositores capazes de transmitir essa sensação com tanta destreza e sensibilidade. Ao criar essa música, Rice se expôs completamente para o público e talvez seja por essa autenticidade que suas músicas conseguem emocionar tanto seus fãs.

Com esse breve texto, encerro a primeira parte dessa análise completa e prometo retornar em breve para novos capítulos apresentando a continuação da obra no disco 9, de 2006.

Antes, no entanto, provavelmente teremos um tempo de descanso e “férias” da coluna para reciclar ideias e melhorar o que tiver para ser melhorado! Se você quiser sugerir alguma música para receber uma análise, deixe um comentário!

Letra da música

I remember it well
The first time that I saw
Your head around the door
‘Cause mine stopped working

I remember it well
There was wet in your hair
I was stood in the stairs
And time stopped moving

I want you here tonight
I want you here
‘Cause I can’t believe what I found
I want you here tonight
I want you here
Nothing is taking me down, down, down

I remember it well
Taxied out of a storm
To watch you perform
And my ships were sailing

I remember it well
I was stood in your line
And your mouth, your mouth, your mouth

I want you here tonight
I want you here
‘Cause I can’t believe what I found
I want you here tonight
I want you here
Nothing is taking me down, down, down

Except you my love. Except you my love

Come all ye lost
Dive into moss
I hope that my sanity covers the cost
To remove the stain of my love
Paper mach?

Come all ye reborn
Blow off my horn
I’m driving real hard
This is love, this is porn
God will forgive me
But I, I whip myself with scorn, scorn

I wanna hear what you have to say about me
Hear if you’re gonna live without me
I wanna hear what you want
I remember december

And I wanna hear what you have to say about me
Hear if you’re gonna live without me
I wanna hear what you want
What the hell do you want?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *