Interpretando a letra de “Older Chests”

Posso arriscar que “Older Chests” talvez seja uma faixa fora do tema principal da obra de Damien Rice. Isso não quer dizer que ela não pode se encaixar em uma fase mais introspectiva de nosso protagonista, no entanto.

Os trechos “Like time, there’s always time / On my mind / So pass me by, I’ll be fine / Just give me time / Time, there’s always time / On my mind /Pass me by, I’ll be fine / Just give me time” podem mostrar que ele ainda está tentando se recuperar e buscar alguém que o faça feliz, que o tempo é o seu maior aliado nessa busca.

Entrevistas sugerem que a faixa diz respeito ao jeito que as pessoas percebem mudanças. Por exemplo: se você está em contato diário com alguém, não notará o cabelo dessa pessoa crescendo. Mas se ficarem um tempo longe, perceberá o cabelo maior. A música também tem a ver com certos lugares, como Veneza e Roma, na Itália, onde algumas construções nunca mudarão, enquanto outras se modificam o tempo inteiro; ou sobre crenças e valores familiares que podem mudar com o passar dos anos, mas que outras, como relações entre pais e filhos permanecem imutáveis.

Existem versões que revelam um certo desgosto de Damien com mudanças. “Older Chests” também pode ser interpretado como o quanto as pessoas não ligam mais para as mudanças que passam. Os versos “Children scream, or so it seems / Louder than before / Out of doors, and into stores with bigger names / Mama tried to wash their faces / But these kids they lost their graces” sugerem que as crianças deixaram de brincar nas ruas para viverem em casa com seus celulares o tempo inteiro.

Letra da música

Older chests reveal themselves
Like a crack in a wall
Starting small, and grow in time
And we always seem to need the help
Of someone else
To mend that shelf
Too many books
Read me your favorite line

Papa went to other lands
And he found someone who understands
The ticking, and the western man’s need to cry
He came back the other day, you know
Some things in life may change
And some things
They stay the same

Like time, there’s always time
On my mind
So pass me by, I’ll be fine
Just give me time

Older gents sit on the fence
With their cap in hand
Looking grand
They watch their city change
Children scream, or so it seems,
Louder than before
Out of doors, and into stores with bigger names
Mama tried to wash their faces
But these kids they lost their graces
And daddy lost at the races too many times

She broke down the other day, yeah you know
Some things in life may change
But some things they stay the same

Like time, there’s always time
On my mind
So pass me by, I’ll be fine
Just give me time
Time, there’s always time
On my mind
Pass me by, I’ll be fine
Just give me time

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *