Roteiro de fim de semana: São João del-Rei e Tiradentes

Fui a São João del-Rei em um feriado municipal de BH em agosto de 2016. Sabe quando você acorda e decide ir para algum lugar? Então, foi meio assim. Fiquei duas noites (de sábado a segunda). Foi tempo suficiente para passear por seus principais pontos turísticos, ir em alguns de seus restaurantes e andar bastante à pé pela cidade com calma. Para quem está em BH ou mora relativamente perto, é possível fazer o mesmo roteiro saindo na sexta e voltando no domingo. Veja uma sugestão de roteiro para quem quer passar um fim de semana em São João del-Rei e também visitar a fofa Tiradentes.

A chegada a São João del-Rei

A cidade está localizada a 187 km de Belo Horizonte. Isso dá aproximadamente 3 horas de carro. Para aqueles que (como eu) não tem carteira ou carro, há ônibus (Viação Sandra). Ele leva 5 horas e custa 58,35 reais (novembro de 2017). Em função da sua localização, não é uma viagem muito longa de outros estados próximos. Por exemplo, de São Paulo (capital) até lá são 6 horas de carro – 471 km – e do Rio (capital) um pouco menos de 5 horas (335 km).

São João del-Rei

Saia o mais cedo possível na sexta-feira. Se o cansaço não for muito grande, faça check in na hospedagem e aproveite um pouco da noite da cidade. Quando fui, fiquei no Solara Hotel e recomendo. A localização é boa e o preço não é exorbitante (em agosto de 2016, 260 reais a diária). Ainda, o quarto é espaçoso e limpo, e o café da manhã era bom.

São João del-Rei

Se animar sair e quiser algo mais light, a Taberna d’Omar (R. Getúlio Vargas, 242A) é perfeita para isso. É tipo um bar com cerveja artesanal, música e comida de qualidade. Mas, se tiver afim de algo um pouco mais animado, perto da taberna tem um bar chamado Barteliê (R. Mal. Bitencourt, 15). Lá tem música ao vivo e costuma ser bem animado. Outro bar legal é o Cantinho da Canja (R. Dr. Balbino da Cunha, 168). Nele geralmente tocam bandas locais de MPB ou rock e dura até mais tarde.

Veja também Comida indiana em BH: nossa experiência no restaurante Namastê.

São João del-Rei

De São João del-Rei a Tiradentes de maria-fumaça

Tente acordar cedo no sábado de manhã e tome aquele café reforçado. Vá para o Museu Ferroviário de São João del-Rei, que abre às 9 da manhã. É dele que sai diariamente a Maria-Fumaça mais antiga em operação no Brasil. Compre o ingresso para ir de trem a Tiradentes. Aproveite o resto do tempo para ver a exposição do museu que é grátis e fala sobre a antiga Ferrovia Oeste de Minas. Se não tiver afim de gastar 50 reais (ou 60 com a volta – valores de fevereiro de 2017), é possível também ir de bus coletivo bem mais barato.

São João del-Rei

Em Tiradentes, não deixe de passear por seu fofo centro histórico e apreciar a vista que se tem na Matriz de Santo Antônio. Almoce por lá. De sobremesa, há várias opções e das que mais gostei está o Rocambole & Cia (R. Min. Gabriel Passos, 115, Tiradentes).  Volte para São João, seja de bus (vários horários durante o dia) ou trem (cujos horários de volta são às 13 e 17). Acredito que uma manhã em Tiradentes seja o suficiente já que a cidade é bem pequena, mas isso vai de cada um. Após o retorno, dê uma passeada na região onde fica o Museu Ferroviário de São João del-Rei.

São João del-Rei

História, arquitetura e comida boa

No último dia, passeie pelo centro histórico de São João del-Rei. Vale a pena visitar o Museu Regional de S João Del Rey (um dos mais antigos do Brasil e localizado em um lindo casarão), a Igreja de São Francisco e seu cemitério (logo atrás da igreja) onde Tancredo Neves está enterrado. Perto dela tem um ótimo restaurante chamado Villeiros (R. Padre José Maria Xavier, 132) e uma pequena loja de temperos, a Al Bazaar Especiarias (R. Padre José Maria Xavier, 34), onde comprei temperos de souvenir para amigos. Gostei muito da parte do centro histórico perto do Pelourinho. Dali se tem vista da cidade e as casinhas são muito lindas.

São João del-Rei

Gostou da dica de Roteiro de fim de semana para São João del-Rei e Tiradentes? Tem alguma dúvida ou sugestão? Conte pra gente aí embaixo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *